ADERÊNCIA CICATRICIAL E TRATAMENTOS FISIOTERÁPICOS

ADERÊNCIA

 

Aderência é uma faixa de tecido que une dois tecidos do seu corpo, como se fosse uma cicatriz. Uma aderência pode se parecer com um filme plástico ou bandagens muito fibrosas.

A aderência acontece por uma resposta de nosso organismo a fatores como cirurgia, infecção, trauma ou radiação. Elas podem ocorrer em qualquer lugar do corpo.

Uma vez formadas, as aderências ficam mais rígidas com o passar do tempo, podendo aumentar de tamanho. Nesses casos, a aderência pode causar alterações no órgão afetado, alterando sua função ou dificultando seu movimento levando a outras compensações posturais.

Causas

As aderências podem acontecer como uma reação do corpo para reparar algum dano. Por isso é comum ela ocorrer após uma cirurgia, infecção ou trauma. Em alguns casos, as células do corpo responsáveis por reparar os tecidos não fazem diferença entre um órgão e outro. Se um órgão passa por reparos e entra em contato com outro tecido ou então outra parte de si mesmo, a cicatriz pode ligar as duas superfícies.

Sintomas de Aderência

Normalmente, as aderências não apresentam sintomas. Mas, dependendo do local em que a aderência ocorre, pode afetar nervos e causar alguns sintomas.

  • Adesões acima do fígado podem causar dor ao respirar profundamente
  • Aderências intestinais podem causar dor durante exercícios ou alongamento
  • Aderências envolvendo a vagina ou útero podem causar dor durante a relação sexual
  • Aderências pericárdicas pode causar dor no peito
  • Aderências pós operatórias podem causar dificuldade de amplitude de movimento levando a compensações posturais e dores.

É importante observar que nem toda a dor nesses locais é causada por adesões e nem todas as aderências causam dor.

Tratamento Fisioterapêutico

O tratamento dessa aderência consiste na utilização da técnica de depressomassagem pulsada em toda a extensão da aderência. A pressão utilizada deve ser de moderada a alta, caso contrário, não tem poder de liberar a aderência da pele com a aponeurose. A utilização da Rádio Frequência, crochetagem, Liberação manual, vibromassagem e RPG, também foram utilizadas.

Abaixo podemos observar uma aderência cicatricial Pós Cirurgia de Prótese Mamária Transaxilar, com complicação Pós Operatória devido a um hematoma com drenagem espontânea e com apenas 3 sessões foi possível observar a liberação dessa aderência.

1 a 3

12 ideias sobre “ADERÊNCIA CICATRICIAL E TRATAMENTOS FISIOTERÁPICOS”

  1. Tenho uma cicatriz pós cirurgia (artroplastia total do joelho) ocorrida há quase 5 anos. Desde então nunca mais vivi sem dores
    horríveis quando ando ou estou em pé. Em repouso não tenho dor. Já recorri a vários médicos e ninguém consegue fazer o diagnóstico nem estabelecer o tratamento adequado. Desde essa operação a minha vida transformou-se num suplício muito difícil de suportar. Agradeço me diga se conhece algum método /algum local aonde possa pedir ajuda. Peço que o faça para o E-mail pois será mais fácil obter a informação que solicito. Obrigada.

  2. Olá Maria, espero ter tirado suas dúvidas, e sei que o Joaquim ai em Portugal com a utilização do taping, rpg e demais técnicas vai lhe ajudar…obrigada por ter entrado em contato… e sempre que tiveres dúvidas, estarei a disposição…abraços

  3. Olá Dra,

    Existe alguma forma de dissolver aderências pélvicas, no intestino, útero, ovários e bexiga, através de massagem ou algum tipo de fisioterapia, ou exercício físico? Eu sou massagista, mas desconheço tratamentos naturais e gostaria a todo o custo de evitar outra cirurgia.

    Agradeço desde já,
    Sandra

  4. Fiz uma cirurgia no joelho ha 25 dias,na fisioterapia eu soube que tenho aderência em um dos pontos.Nesse caso descola sozinho?

  5. OLá Julio, a região cicatricial tem que ser trabalhada para a mesma não aderir e ir liberando, com os movimentos de cinesioterapia usados durante a sessão e trabalho cicatricial, a cicatriz vai ficando mais flexível e a mesma vai soltando.

  6. Oi Sandra, existe sim tratamentos como da RPG com o objetivo de fazer uma liberação dessa aderência, melhorando os sintomas. A RPG trabalha em Vísceras e tem resultados satisfatórios.

  7. Olá dra, boa noite!

    O meu filho de 3 anos bateu a bochecha na quina do móvel em março de 2015 e cicatrizou com fibrose.
    Quando ele sorri , faz uma aderência. Um mês depois do trauma foi feito crochetagem, usg e laser. Há uns 7 meses a fisioterapeuta faz LTF, porém ainda existe a aderencia com a fibrose.

  8. Olá Marcia,

    O interessante é ver pessoalmente como está, mas pelo o que você me conta já fazem 10 meses o acontecido. A fibrose é um emaranhado de fibras de colágeno que com o tempo ela fica mais resistente, geralmente em um período de 6 meses ela já se torna irreversível…Os tratamentos que você realiza são eficazes, mas ainda existem outros recursos que podem ser utilizados para ajudar nessa liberação também, observe se ainda está havendo melhoras, caso não eu aconselho a procurar um cirurgião plástico, pois a cirurgia de remoção dessa aderência e fibrose se torna mais viável. Veja com o cirurgião a idade mais apropriada para ele e tire suas dúvidas.

    Espero ter ajudado…abraço

  9. Olá eu fiz várias cirurgias ai fiz uma abdomeoplastia e depois de então nunca mais passei um dia sem dor ao acordar to bem. Logo vai inchado a barriga e doe muito não E na cicatriz e na barriga toda. Como trato.?

  10. Olá Glória, o ideal é avaliar antes de sair falando, mas esse edema e dor pode ser de aderências ou fibroses.O que acontece é que quando temos fibroses e ou aderências elas bloqueiam a passagem da linfa levando ao edema local e pela resistência das mesmas gera dores.
    O que você pode fazer é procurar um profissional que trabalhe com a técnica de LTF, acredito que ele achará uma solução.
    O que você pode fazer também são alongamentos ou até mesmo iniciar um Pilates que irá lhe ajudar muito. O alongamento de leve tende a reorganizar a fibras de colágeno que são responsáveis por essa organização mal feita.

    Qualquer dúvida pode entrar em contato…

    Abraço

  11. Eu fiz quadrantetomia no seio direito a 11 anos e durante a recuperação senti como se estivesse com uma faca gravada no local da cirurgia depois que tiraram o dreno melhorou mas agora tá com uns 8 meses que sinto a mesma dor no local acredito que seja aderência o que fazer agora depois de 11 anos de cirurgia pra amenizar essa dor?

  12. Oi Damariz, procure uma profissional que possua técnica de LTF ou que trabalhe especificamente com Fibrose e aderência…acredito que esse desconforto seje mais superficial…alongue bem a região, especialmente em baixo do chuveiro depois que o corpo esteja quentinho…precisando de algo chame…Fernanda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *