Todos os posts de Dra. Fernanda Cristofolini

Sou apaixonada pela minha profissão, é nela que busco o desejo de mais conhecimento, pois cada um é cada um e você vê que quanto mais a gente estuda, mais temos que estudar. O Corpo Humano é perfeito é uma arte, ele lhe dá respostas naquilo que você quer buscar... Dra. Fernanda Cristofolini

O QUE É DISFUNÇÃO DE ATM?

atm02

De repente, você começa a sentir uma dor intensa, que pode se irradiar pela cabeça. A dor pode até te enganar: será que é dor de cabeça, de dente ou de ouvido? Você normalmente vai procurar um otorrinolaringologista ou um dentista, que irão diagnosticar a tal da Disfunção da Articulação Temporomandibular, mais conhecida como Disfunção de ATM. O aconselhável é procurar um profissional especialista em Disfunção Temporomandibular (DTM).

A doença é crônica e trata-se de uma disfunção, portanto, um funcionamento inapropriado da articulação temporomandibular. Essa articulação é responsável pelos movimentos da mandíbula durante a fala, deglutição e mastigação. A disfunção temporomandibular atinge com mais frequência mulheres de 20 a 50 anos.

Entre os sintomas mais comuns estão dores de ouvido, zumbidos, e a sensação de ouvido tapado, típica de quando descemos a serra. Além disso, você pode sentir dores ao abrir a boca, mastigar ou falar. A articulação também pode fazer estalos.

O profissional vai identificar o grau da doença e recomendar o tratamento adequado. Em casos mais comuns, é indicada uma placa dentária para usar na parte da noite. O uso da placa é importante para proteger os dentes dos rangidos noturnos. Ela deve ser feita sob encomenda, de acordo com a arcada dentária de casa pessoa.

Se houver muita dor, a indicação é fazer calor local, com bolsa de água quente e usar analgésicos, prescritos pelo especialista.Casos mais graves requerem intervenções cirúrgicas.

A disfunção da ATM está relacionada a hábitos como apertar os dentes ou o bruxismo. Roer unhas, morder objetos como canetas e mascar chicletes também são fatores que podem favorecer o desenvolvimento da doença. Além disso, estresse e a ansiedade contribuem para o seu aparecimento.

Avaliação Postural

A postura é definida pela posição dos segmentos do nosso corpo em relação ao espaço e em relação à linha de gravidade, em um determinado momento. Desta forma, vemos que a postura se altera constantemente, e não é apenas estática, mas sim dinâmica, ou seja: depende de movimentos adequados do nosso corpo.

 A boa postura é aquela que um indivíduo, em posição ortostática exige pequeno esforço da musculatura e dos ligamentos para se manter nessa posição. Representa um alinhamento dinâmico dos vários segmentos corporais, nas várias posições, de tal maneira que, cada segmento ocupe uma posição próxima à sua posição de “equilíbrio mecânico”. Assim, ele encontra o melhor equilíbrio estático.

Resumindo uma postura ideal é aquela em que há maior eficiência fisiológica e biomecânica, com diminuição da sobrecarga no sistema musculoesquelético, e otimizando nossos movimentos.

Fatores que podem interferir na postura:

  •  Anomalias congênitas e/ou adquiridas,
  • Má postura,
  • Obesidade,
  • Alimentação inadequada,
  • Atividades físicas sem orientação e/ou inadequadas,
  •  Distúrbios respiratórios,
  • Desequilíbrios musculares,
  • Frouxidão ligamentar,
  • Doenças psicossomáticas.

A postura também pode ter relação com os seguintes aspectos:

Sócio Cultural:

Cada cultura pode adotar diversos hábitos posturais, tais como formas de dormir, lugares onde dormir, formas de caminhar, dançar, sentar.

Psicológicos:

Percepção pessoal em relação ao mundo. Como a pessoa se sente e se porta em relação aos outros e perante certas situações. Estas atitudes geralmente estão associadas à personalidade de cada um.

Biológicos:

São as características biológicas de cada ser humano. Aspectos anatômicos (largura, comprimento e forma dos ossos), fisiológicos (níveis de flexibilidade, força, resistência, etc.), genéticos (diferentes etnias) e biomecânicos (funcionalidade do movimento).

Abnormal Lateral Posture for movie clip First Scene2Abnormal Lateral Posture for movie clip last Scene 2

 AVALIAÇÃO POSTURAL

A avaliação postural é uma ferramenta muito importante para mensurar os desequilíbrios musculares e articulares de cada indivíduo, e é amplamente utilizada pelos profissionais da saúde para avaliação e tratamento clínico e prescrição de atividade física, visando detectar e prevenir dores e lesões.

Uma avaliação postural convencional é realizada através da observação clínica, e nos fornece dados globais e subjetivos, que dependem muito da capacidade de interpretação de cada profissional.

Já a AVALIAÇÃO POSTURAL POR FOTOGRAMETRIA é uma avaliação mais detalhada, que permite diagnosticar precisamente as alterações da postura para cada articulação, com dados quantitativos. É realizada por meio do registro de fotografias do indivíduo em diversos planos e posturas, e determina a posição relativa dos pontos anatômicos, simetria corporal e ângulos articulares, comparando-os com valores-padrão.

Vantagens:

  • – Medidas objetivas, quantitativas;
  • – Comparação da postura antes, durante e após o tratamento;
  • – Comparação com o padrão de referência;
  • – É rápida, simples e de fácil entendimento.

Realinhamento postural

Ter uma boa postura é fundamental! Não somente pelo fator estético, mas também porque promove uma melhora do estado global de saúde e bem estar.

Uma postura incorreta pode interferir na performance muscular, além de causar dores musculares e nas articulações.

Uma vez detectada uma disfunção postural, oferecemos tratamento com fisioterapeuta, baseado em manobras de liberação e reposicionamento muscular e articular, tratando e alongando a musculatura.

Benefícios de uma postura correta:

  • – maior eficiência fisiológica e biomecânica;
  • – diminuição da sobrecarga sobre músculos e articulações;
  • – melhor rendimento na atividade física;
  • – otimização do fortalecimento muscular;
  • – otimização da lipólise (quebra de gordura);
  • – prevenção de dores e lesões;
  • – melhor qualidade de vida;
  • – é rápida, simples e de fácil entendimento.

Má postura no ambiente de trabalho: risco nosso de cada dia!

má-postura

O dia-a-dia no trabalho de grande parte da população é caracterizado por extremo desgaste físico e mental. Algumas profissões exigem do funcionário horas sentado em frente ao computador, por exemplo, e o cuidado com a postura quase nunca é prioridade. Vícios posturais podem ser responsáveis pelo surgimento de diversas complicações e até doenças crônicas que afetam, sobretudo, a coluna do indivíduo. Dores somadas ao esgotamento físico e mental acabam comprometendo o rendimento do trabalhador e sua rotina pessoal diária.
Nos casos mais simples podem surgir dores de cabeça, lombalgia e cervicalgia. Mas as consequências resultantes de uma má postura podem atingir níveis mais graves com as ocorrências de hipercifose, escoliose e hérnia de disco. Outro malefício de posturas inadequadas no trabalho é o surgimento de DORT (doença osteomuscular relacionada ao trabalho) ou LER (lesões por esforços repetitivos), incluindo sintomas como sensação de cansaço persistente e distúrbios do sono.

Confira algumas dicas para evitar os riscos provocados por uma má postura:

Para quem trabalha com o uso de computador é necessário atentar para alguns cuidados: realizar digitação suave, conservando as mãos, o antebraço e os punhos em linha reta em relação ao teclado; manter ombros e braços relaxados; escolher uma cadeira adequada e ajustada na altura ideal para manter o topo da tela ao nível dos olhos; apoiar as costas no encosto do assento; apoiar os pés no chão ou utilizar descanso para eles;

Em qualquer profissão é importante realizar pausas para executar um alongamento do corpo: exercícios que ajudam a evitar ou minimizar o efeito das dores musculares causadas por posições inadequadas na rotina de trabalho, afastam o estresse e a ansiedade, ativam a circulação, tranquilizam e relaxam, aumentam a capacidade de concentração e reduzem os riscos de lesão;

– Independentemente da profissão, é indispensável atentar para a boa postura em qualquer movimento praticado, além de manter uma ergometria correta – tamanho da cadeira e da mesa bem como a posição das mesmas, posição adequada das pastas e materiais mais usados na mesa para que fiquem ao alcance das mãos sem exigir grandes manobras;

– Na hora de dormir, deve-se adotar uma posição correta – de preferência de lado com os joelhos dobrados e um travesseiro entre eles e a cabeça em repouso sobre um travesseiro único. Boas horas de sono evitam que o indivíduo já acorde indisposto e com tensões resultantes de noites mal dormidas – o que afeta no próprio rendimento no trabalho.

A RPG Souchard

Por falar em boa postura, a RPG Souchard é particularmente eficaz no tratamento de correção postural. A técnica tem como foco o alongamento muscular, o trabalho respiratório e o fortalecimento de músculos fundamentais à melhora do alinhamento da postura. A RPG Souchard não ajuda, simplesmente a solucionar problemas de postura já existentes, seu trabalho envolve a própria prevenção, ensinando o paciente a adotar posturas adequadas em qualquer ocasião.

Uma postura correta ajuda a evitar sérios problemas no futuro, além de tornar a aparência bem mais harmônica e bonita. Por isso, é sempre bom manter cuidar da postura no ambiente de trabalho. Essa é uma maneira eficaz de garantir um maior bem-estar e qualidade de vida.

Dismorfofobia ou Transtorno Dismórfico Corporal: Entenda Essa Preocupação Exagerada Com o Corpo

Problemas com o espelho

vaidade-exagero-equilibrio-botox-cirurgia-plastica-herbert-vianna

A falta de limites com procedimentos estéticos pode ser causada por uma doença não muito conhecida, chamada dismorfofobia ou transtorno dismórfico corporal. Trata-se de uma preocupação exagerada com defeitos estéticos inexistentes. É comum que as pessoas que têm esse transtorno procurem resolver seus “defeitos”, mas nunca fiquem satisfeitas, uma vez que o problema é de auto-aceitação, e não físico.

“Uma das características de quem sofre do distúrbio é o fato de que nenhum tipo de intervenção cosmética será o suficiente. O paciente irá trocar muitas vezes de médico até encontrar algum que faça exatamente o que ele quer, e ainda assim irá querer mais tratamentos”, explica o psiquiatra Daniel Costa, do Projeto Transtornos do Espectro Obsessivo-Compulsivo, do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo.

A dismorfofobia dificilmente é diagnosticada, e, de acordo com Costa, isso deve-se a um preconceito com a psiquiatria. “É raro que um paciente pense que possui o transtorno, e uma quantia muito pequena de pessoas chega a se tratar com o psiquiatra” diz. Na maior parte dos casos, a dismorfofobia é confundida com “excesso de vaidade”, e, na sociedade atual, com grande culto à beleza, fica fácil perder a medida do que é saudável. Na dúvida, ouça a opinião dos médicos antes da próxima cirurgia ou injeçãozinha.

Exageros nas Aplicações de Toxina Botulínica (Botóx)

female face with wrinkles on her forehead

A aparência pode sim ser prejudicada por um exagero de procedimentos. O excesso de toxina botulínica pode desenvolver um tipo de fibrose na derme, imobilizando a testa e deixando as pálpebras mais inchadas.

Aplicações seguidas da toxina também podem fazer com que o efeito das injeções não seja tão aparente. A duração do efeito do tratamento acaba diminuindo, porque nossa pele cria anticorpos contra as toxinas que são injetadas.

Para evitar o exagero, um bom começo é ter expectativas realistas quanto aos tratamentos. O botóx ou o preenchimento não necessariamente devem desaparecer com todas as rugas e linhas de expressão. O ideal pode ser apenas amenizar a aparência. Evitar o exagero na hora de fazer os tratamentos é essencial, o objetivo é que a pele fique harmoniosa e natural, e não como uma caricatura.

Mas como saber quando é a hora de dizer chega? Um bom primeiro passo é escolher um médico de confiança, e respeitar o julgamento do profissional. O especialista de qualidade vai buscar atender os desejos do paciente sem prejudica-lo. Se há prejuízo, o ideal é não realizar o tratamento.

Além disso, é fundamental lembrar que as cirurgias plásticas estéticas não são procedimentos mais simples que outras cirurgias, e é preciso haver muito cuidado na recuperação, para não prejudicar o resultado final. As pacientes tendem a achar que fazer uma rinoplastia (cirurgia plástica no nariz) é como fazer as unhas, rápido e prático, mais não é bem assim que funciona.

Como a RPG pode ajudar na Cirurgia Plástica

tendinite-300x225

Depois da cirurgia plástica nas mamas e abdômen reeducar a postura é fundamental

Logo após o período destinado ao pós-operatório, as mulheres que implantaram próteses mamárias de silicone, principalmente as com mais de 300 ml,  ou aquelas que submeteram a  abdominoplastia deveriam se reeducar diante da nova relação envolvendo o pós-cirúrgico abdominal, a prótese e a postura corporal. “O desconforto inicial causado pela intervenção cirúrgica e pelas cicatrizes induzem a uma  autoproteção corporal normal após uma cirurgia. Esta proteção poderá ocasionar descompensações posturais que no futuro, ou logo após o pós-operatório, desencadearão cervicalgias posturais (dores no pescoço) e lombalgias (dor na região lombar) crônicas se não forem tratadas”.

Outra queixa relativamente comum é que depois da plástica uma mama ficou maior que a outra. “Na maioria das vezes, o problema não tem origem nas dimensões da prótese, mas em um desvio lateral da coluna denominado escoliose”. “Na verdade, o desvio já existia antes da cirurgia plástica. O que aconteceu é que se tornou mais evidente com o aumento nas dimensões dos seios. Mesmo assim, pode ser tratado com sessões de RPG”. A quantidade de mulheres que tem procurado as clínicas de postura no Brasil aumentou sensivelmente de um ano para cá. A maioria das pacientes que procuram ajuda pela dificuldade de encontrar uma boa postura logo após, o pós-cirúrgico da mamoplastia ou abdominoplastia”. A principal queixa é em relação às dores nas costas e no pescoço, que começam a incomodar bastante depois de alguns meses, quando a euforia pelos resultados e os incômodos do pós-operatório já passaram. “Indiscutivelmente, as próteses de silicone nas mamas e a cirurgia abdominal ao mesmo tempo que melhoram a estética postural e a auto-estima, também podem prejudicá-las se não houver um trabalho de orientação de um especialista. Para o corpo trata-se de uma mudança brusca. “De um dia para o outro você está com uma prótese e uma nova silhueta, o que muda a forma e a aparência, havendo a necessidade de uma adaptação rápida para essa nova postura que, às vezes, por falta de orientação, leva a pequenas alterações estruturais no corpo que não são visíveis, mas que devem rapidamente ser corrigidas e reeducadas.

A Reeducação Postural Global ajuda na correção e na manutenção da postura, aliviando as dores posturais causadas pela posição que a paciente fica durante o período de pós operatório, levando a encurtamentos musculares e fixando assim uma postura errada e consequentemente levando a dores, futuras patologias e até mesmo ao acúmulo de novas gordurinhas localizadas.

rp

Gordura Localizada, Celulite, estrias…Carboxiterapia e seu Mecanismo, entenda como ela age

O sistema circulatório é composto por artérias e veias cuja função maior é o transporte de nutrientes e oxigênio para os tecidos e a remoção de produtos de excreção celulares.

Quando o sangue sai do coração, caminha pelas artérias carregado de oxigênio e o distribui nas células. Nas células ocorre uma troca gasosa entre o oxigênio (O2) e o gás carbônico (CO2) dessa forma, o sangue retorna ao coração pelas veias carregado de CO2. Este, por fim, será levado até os pulmões por onde será expelido na respiração.

5395a4795a751-sistema-circulatorio

A presença de dióxido de carbono nos capilares sanguíneos libera grande quantidade de O2 da hemoglobina nos tecidos. Além disso, o CO2 dos tecidos aumenta a concentração de O2 tecidual.

No Brasil utilizamos o CO2 medicinal com 99,9% de pureza, próprio para a técnica de Carboxiterapia.  É o mesmo gás utilizado para videolaparoscopia, controle de PH em incubadoras, técnicas ginecológicas de criocauterização do colo uterino, etc.

EQUIPAMENTO

Trata-se de um equipamento que utiliza o gás carbônico medicinal, cujo o fluxo e volume, são controlados e ajustados de acordo com a terapêutica.

O aparelho liga-se a um cilindro de aço ou alumínio, de diversas capacidades por meio de um regulador de pressão de gás carbônico e é injetado por via de um equipo com agulha pequena diretamente através da pele do paciente.

images (4)

EFEITOS FISIOLÓGICOS

Na técnica de Carboxiterapia, infundimos o gás carbônico por meio de uma agulha fina no tecido subcutâneo. O organismo, por causa da lesão provocada pela agulha e pelo gás, desencadeia um processo inflamatório com o objetivo de cicatrizar e reconstituir o tecido lesado. Decorrente do processo de reparação, ocorre proliferação de fibroblastos com posterior síntese de colágeno, elastina e vasos sanguíneos.

carboxi-2

Nós temos um equilíbrio na pressão de O2 e CO2 na pele, e ao injetarmos gás carbônico (CO2), a pele interpreta que está faltando oxigênio(O2). Dessa forma, o CO2 vai atuar diretamente, provocando uma vasodilatação local e, concomitantemente, uma hiperemia, que aparece imediatamente após a aplicação do gás, na região onde a concentração de CO2 é maior, e irá chegar maior quantidade de hemoglobina oxigenada, pelo aumento do fluxo sanguíneo, esta hemoglobina libera o O2 e capta o CO2 que será eliminado por via respiratória.

DURANTE A APLICAÇÃO

6726740209_447cc87933Pode ocorrer no local da aplicação( por causa da infusão do gás), pequenas equimoses(pequenos roxos),pela perfuração de pequenas veias e, consequentemente, pequeno sangramento com a retirada a agulha. É comum a sensação de crepitação em razão da formação de bolhas ou inchaços subcutâneos causado pelo gás. No local da aplicação do gás, pode ser observado um aumento da temperatura e hiperemia(vermelhidão local), além disso, alguns pacientes relatam a sensação de cãibra nos membros inferiores durante o procedimento.

INDICAÇÃO

  • Úlceras Vasculares e Diabéticas;
  • Celulite;
  • Estrias;
  • Gordura Localizada;
  • Pré Cirurgia Plástica;
  • Pós Cirurgia Plástica;
  • Flacidez de Pele;
  • Sequela de Queimados;
  • Rejuvenescimento Facial;
  • Olheiras;
  • Psoríase;
  • Calvície;

CONTRA-INDICAÇÕES

  • Infarto Agudo do Miocárdio;
  • Angina Instável;
  • Insuficiência Cardíaca;
  • Epilepsia;
  • Gravidez;
  • Distúrbios Psiquiátricos;
  • Asma Brônquica;
  • Rinite Alérgica;
  • Dermatite Atópica;
  • Conjuntivite Alérgica;
  • Síndrome da Hipereosinofilia;
  • Alergias Alimentares;
  • Doenças em situação atual de qualquer acometimento imunológico local (alergias, pruridos e urticárias);
  • Lúpus;
  • Doenças Infecciosas, Bacterianas, Virais, fúngicas agudas e acne inflamatória no local da aplicação;
  • Herpes Simples e Zoster e Neoplasias Local.

RESULTADO

Como vimos a Carboxiterapia é segura sendo aplicada corretamente, seguindo seus princípios e tendo seus cuidados com a higiene.

A técnica tem tido resultados satisfatórios, vale a pena experimentar.

Deixe seu comentário.

Síndrome fêmoro-patelar: a “síndrome do cinema”

Você tem dores no joelho após ficar muito tempo sentado? Ou subindo escadas?

image_med

 Isso pode ser síndrome fêmoro-patelar, a “síndrome do cinema”!

Ao sentarmos, flexionamos os joelhos num ângulo de 90°, ou mais em alguns casos. Nesta posição, o músculo anterior da coxa (quadríceps) é tracionado em alongamento, pressionando a patela contra o fêmur. Se houver um desalinhamento entre esses ossos, a compressão causada pode gerar dor. É por isso que a síndrome fêmoro-patelar dói ao ficarmos sentados por muito tempo, assim como ficamos no cinema (no mínimo uma hora e meia sentados na mesma posição)!

angulo q anormal

A síndrome fêmoro-patelar é um diagnóstico muito abrangente para dores na região anterior do joelho, posteriormente e em torno da patela. Geralmente ocorre quando a patela faz seu movimento de forma lateralizada, ao invés de centralizada, aumentando o estresse e sobrecarga na sua região lateral, e na região lateral do fêmur, causando a dor.

A síndrome pode ter várias causas: encurtamento de estruturas da lateral da coxa e joelho, fraqueza do músculo vasto medial oblíquo, ou desalinhamentos biomecânicos (ou a combinação desses fatores). O encurtamento das estruturas laterais da coxa e joelho, como o trato íleo-tibial, músculo tensor da fáscia lata e retináculo patelar deve ser tratado com o alongamento destas estruturas.

tema_fig1_200207

Já a fraqueza do músculo vasto medial oblíquo deve ser tratada por meio de seu fortalecimento, que pode ser em cadeia cinética aberta ou fechada, desde que sem dor.

Por fim, a causa mais difícil de ser tratada é o desalinhamento biomecânico, pois nem sempre estes são tratáveis. Entre os desalinhamentos tratáveis, temos o pé pronado – que aumenta o valgismo dos joelhos, e lateralizando a patela – e a própria patela lateralizada ou inclinada. No primeiro caso, podemos tratar a pronação do pé por meio da correção da pisada e fortalecimento dos músculos intrínsecos do pé, que formam o arco longitudinal medial do pé, ou até mesmo utilizando uma bandagem que desempenhe a função do arco. Já no segundo caso, as bandagens de posicionamento de patela são amplamente usadas.

Entre os desalinhamentos não tratáveis, temos pelves largas, que também aumentam o valgismo de joelho, piorando a lateralização patelar.

É comum casos mistos, onde vários destes fatores estejam presentes. Nestes casos o fisioterapeuta precisa tratar várias dessas causas ao mesmo tempo, então lembre-se: o joelho precisa ter flexibilidade, força, estabilidade e alinhamento.